Sunday, July 21, 2024

Tentei a Amazon FBA do zero… Aqui está o que eles não te dizem

Índice

1. Introdução

2. Fase de Aprendizagem: Investir em Educação

3. Encontrar o Produto Perfeito

4. Criar um Anúncio e Registo de Marca

5. Fabricação e Embalagem Personalizada

6. Fotografia do Produto e Conteúdo A+

7. Lançar o Produto e Executar Anúncios

8. Resultados Iniciais e Rentabilidade

9. Ainda Vale a Pena Começar com a Amazon FBA em 2023?

10. Conclusão

Introdução

Neste artigo, vamos explorar o mundo da Amazon FBA (Fulfillment by Amazon) e explorar a jornada de vender um produto de marca própria na plataforma. Desde a fase inicial de aprendizagem até o processo de encontrar o produto perfeito, criar um anúncio, fabricar e lançar, vamos abordar cada etapa em detalhe. Além disso, discutiremos a rentabilidade da Amazon FBA em 2023 e se ainda é uma opção viável para empreendedores aspirantes. Então, vamos mergulhar e descobrir os segredos do sucesso no mundo da Amazon FBA!

1. Fase de Aprendizagem: Investir em Educação

Para embarcar na jornada da Amazon FBA, é crucial investir em educação. Embora o palestrante tivesse experiência anterior com atacado da Amazon, a marca própria apresentou novos desafios. Para preencher a lacuna de conhecimento, eles decidiram investir uma quantia significativa, aproximadamente $7,000, em um curso abrangente. Essa decisão permitiu que eles aprendessem sobre PPC da Amazon, pesquisa de palavras-chave e outros aspectos essenciais específicos para a venda de marca própria.

2. Encontrar o Produto Perfeito

Diferenciando a marca própria do atacado, o palestrante destaca os fatores a serem considerados ao selecionar um produto. Além da alta demanda, o produto deve ter pouca concorrência, indicada por vendedores com menos de 500 avaliações. Isso significa uma oportunidade de entrar em um mercado com um novo produto e estabelecer uma presença única. O palestrante enfatiza a importância de explorar ainda mais as estratégias de marca própria por meio de seu canal no YouTube.

3. Criar um Anúncio e Registo de Marca

Uma vez escolhido o produto, o próximo passo é criar um anúncio na Amazon. No entanto, antes de prosseguir, é necessário registrar a marca. Isso envolve registrar o nome da marca, o que pode ser feito facilmente por meio do site do governo, evitando despesas desnecessárias com serviços de ajuda para registro de marca. Com o registo de marca em vigor, o vendedor ganha a capacidade de criar um anúncio para seu produto.

4. Fabricação e Embalagem Personalizada

Após finalizar o anúncio, o palestrante prossegue para encomendar amostras de diferentes fornecedores para avaliar a qualidade e escolher o mais adequado. Uma vez selecionado o fornecedor, são solicitadas embalagens personalizadas e gravação do logotipo. Para projetar a embalagem, é fornecido um corte especializado a um designer especializado por meio de plataformas como o Fiverr. Essa etapa garante que o produto se destaque e crie uma impressão positiva nos potenciais clientes.

5. Fotografia do Produto e Conteúdo A+

Para aprimorar o anúncio do produto, é essencial ter fotografias de alta qualidade. O palestrante enfatiza a importância de investir em fotos profissionais do produto, pois elas têm um grande impacto nas vendas. Além disso, criar conteúdo A+, que inclui descrições envolventes e imagens adicionais, aumenta ainda mais o apelo do anúncio e aumenta as chances de conversão.

6. Lançar o Produto e Executar Anúncios

Com o anúncio otimizado e o produto pronto, é hora de lançar e começar a vender. Inicialmente, o palestrante contou com amigos e familiares para comprar o produto e deixar avaliações, pois um produto sem avaliações é menos provável de atrair compradores. Executar anúncios na Amazon, especialmente campanhas automáticas, ajudou a gerar vendas e avaliações iniciais. O palestrante aconselha cautela nos gastos com anúncios nas fases iniciais, focando em construir credibilidade e obter avaliações antes de aumentar o orçamento de publicidade.

7. Resultados Iniciais e